Pedidos de Hospitalaria

20 dezembro, 2006

comentario1
CONSTITUIÇÃO – ANDERSON
I – Respeitando a Deus e à Religião
Um Pedreiro é obrigado, pela sua condição, a obedecer à lei moral. E, se compreende corretamente a Arte, nunca será um ateu estúpido nem um libertino irreligioso. Mas, embora, nos tempos antigos, os pedreiros fossem obrigados, em cada país, a ser da religião desse país ou nação, qualquer que ela fosse, julga-se agora mais adequado obrigá-los apenas àquela religião na qual todos os homens concordam, deixando a cada um as suas convicções próprias: isto é, a serem homens bons e leais ou homens honrados e honestos, quaisquer que sejam as denominações ou crenças que os possam distinguir. Por consequência, a Maçonaria converte-se no Centro de União e no meio de conciliar uma amizade verdadeira entre pessoas que poderiam permanecer sempre distanciadas.
—————————————-

Comissão de Auxílio Espiritual.
Saúde, o Lar, as Finanças, e os Negócios. Qualquer dessas áreas podem ser motivos de desequilíbrio físico ou emocional. Em qualquer um desses casos você pode indicar um nome à Comissão.

Gostaria de indicar um nome para a Comissão de Auxílio Espiritual.

“Deus” de nossos corações, “Deus” de nossa compreensão;
Ajude a (nome de quem precisa, seu pedido);
Assim seja.

Horários de harmonização.

.’.

Dom.

Seg.

Ter.

Qua.

Qui.

Sex.

Sab.

Consolação

.

14h00

.

17h00

.

23h00

.

Paz

.

.

14h00

.

17h00

.

23h00

Força

.

23h00

.

11h00

.

14h00

17h00

Companhia

17h00

.

17h00

.

11h00

.

.

Saúde

.

17h00

.

23h00

.

17h00

.

Iluminação 23h00

.

.

.

23h00

.

.

Prece

14h00

.

.

14h00

.

.

.


A LEI DE AMRA

Há um antigo costume, registrado em todos os documento Rosacruzes, denominado “Lei de AMRA”. Esta lei tornou-se uma doutrina sagrada entre os egípcios e mais tarde entre os judeus, em suas práticas religiosas. Foi finalmente adotado pelo cristianismo. Originalmente, tratava-se de uma lei mística, e os Rosacruzes ainda a consideram com tal, embora muitas religiões modernas a tenham transformado numa lei puramente material. A Lei de AMRA é a seguinte: “Se você ora ao Deus do seu Coração, suplicando algum auxílio especial em caso de doença, preocupação, adversidade, tribulação ou problema financeiro, e sua prece, ou seja, sua petição é atendida, você tem o dever de fazer uma compensação, não apenas através de uma prece ou um sentimento de gratidão, mas transferindo a outrem uma parte da benção que recebeu”. Se você pediu uma melhora de saúde, alívio de alguma dor ou algum sofrimento, a aquisição de alguma coisa material, ou auxílio em seus negócios e sua posição pessoal, então segundo a Lei de AMRA, você deve assumir moralmente o dever de destinar uma pequena quantia em dinheiro, ou alguma coisa material, a fazer uma outra pessoa feliz ou em paz com o mundo. A menos que isto seja feito cada vez que você receba uma benção através do Sanctum Celestial, você não poderá devidamente fazer futuras petições de outras bençãos. Foi sugerido por alguns de nossos membros que, considerando que muitos estão constantemente se harmonizando com o Sanctum Celestial, em busca de auxilio e bençãos diversas, eles adotassem voluntariamente a Lei de AMRA, mantendo um envelope ou uma caixa em que depositassem algumas moedas todas as vezes que recebessem alguma resposta para sua petição. As pequenas quantias assim depositadas seriam mantidas como um fundo sagrado e nunca seriam usadas para qualquer objetivo pessoal ou egocêntrico. No final do mês, ou a cada dois meses, a quantia acumulada seria usada pelo próprio peticionário do Sanctum Celestial para ajudar alguém.
Bibliografia Cartaz Rosacruzes, fixada no lado externo do templo.

Anúncios